Archive for novembro \27\-03:00 2016

Vídeos do Sarau dos Achados e Perdidos versão Espetinho do Biro – 22 de novembro de 2016.

27 de novembro de 2016

Sarau dos Achados e perdidos

Vídeos por Armando Coelho Neto e Marcos Soel Çava.

Ver o post original

Sarau dos Achados e Perdidos versão Espetinho do Biro – 22 de novembro de 2016 às 20 horas

22 de novembro de 2016

Sarau dos Achados e perdidos

sap-esp-biro

“Você que não está  necessitando de ser compreendido, assistido e  ajustado em suas dificuldades… você está convidado a participar da versão “Espetinho do Biro” dos Achados e Perdidos do afeto e do valor sem o caráter totalitário da paixão.  Não sabemos como será, pois é sempre a primeira vez em qualquer  versão  Sarau dos Achados e Perdidos  (já tivemos a versão  Vinil Retrô, La Barca, Amigos do Zé e Fabinho nos meses anteriores), mas existe um previsão  de mais ou menos ou coisa assim, que acontece da melhor forma alegre e agradável para todos nós. Nessa versão  estaremos sobre a regência do planeta Vênus e, sob tal influência,  as mulheres regerão os Achados e Perdidos, pois  o PROTOCOLO DE ABERTURA será feito pela Mary Lacerda e  as apresentações nas fases dos Achados e dos Perdidos serão feitos pela: Fabiana Mayumi e Lívia Márcia Polaino.

O bar do Biro é do tipo barzão com televisão (que estará desligada),  mesas no interior e na…

Ver o post original 349 mais palavras

Palestra “Jorge de Lima – Grande poeta misterioso” será reapresentada

16 de novembro de 2016

Imperdível.

Claudio Willer

Posted 03/11/2016 by claudiowiller in Notícias, Novidades e Agitações. Tagged: Claudio Willer palestra, Invenção de Orfeu, Jorge de Lima, UBE. | Editar

8ac6e21a518e8f503ce1889d2f32971d

(desta vez, estou ilustrando com reprodução de “fotomontagens” da série “Poesia em pânico” de Jorge de Lima, dedicada a Murilo Mendes)

Motivo: A tempestade que caiu sobre São Paulo na quarta feira, dia 09 de novembro, impediu, junto com a parada de linhas do metrô, a vinda de muitos interessados. Os que conseguiram chegar apreciaram muito. Quem esteve e quiser assistir novamente está dispensado do pagamento. Observo que será e não será a mesma palestra: nunca me repito, e a reflexão decorrente de examinar Jorge de Lima me possibilita refinar interpretações desse poeta tido como “obscuro” (porém Mallarmé também foi apelidado de “o obscuro”), “hermético”, “ininteligível” etc. Para adicionar credibilidade, transcrevo comentário que o poeta Luciano Garcez publicou no…

Ver o post original 453 mais palavras

Um livro num bar

15 de novembro de 2016

Agradeço  aos amigos de ontem, do amanhã,  depois da noite  e do  dia de hoje, pela graça alcançada (que ainda me provoca risos)  com o evento do   autor  no lançamento do livro “E ou poesias”  – que tem  o projeto gráfico do Vinícius Lourenço  Costa e a revisão  da  Maria do Carmo Rodrigues.  Agradeço, também, aos apoios do Sarau dos Achados e Perdidos e do Sarau dos Conversadores  pelas oportunidades de  divulgação. Foi um sucesso as doações  de exemplares, inclusive as   vendas  feitas para  os quem queria  pagar    por um livro  em que   o autor  edita suas próprias poesias. Me faz satisfeito e feliz  saber que  meus poemas estão ao alcance  da ação da  leitura de alguém para alguém (bicho de estimação também conta), pois  acredito  ser  próprio da magia poderosa da poesia  provocar  mudanças em diálogos  para o melhor da vida  no  universo. Apesar de estar, agora,  tramando um evento de Lançamento em Oz, ainda neste ano, devo divulgar  que existem  exemplares   que podem ser possídos por quem quiser conhecer o trabalho poético  desenvolvido no livro “E ou poesias”, para tanto, basta, em qualquer noite dessas,  ir  aos  seguintes bares da Praça Roosevelt:   1) Vinil Retro Cafeteria e  Tabacaria nº 230;  2) La barca nº  226; 3) Amigos do Zé nº 92; 4) Fabinho nº 28; Espetinho do Biro nº 252.  O  fato do envolvimento dos bares da Praça na  distribuição  de produções independentes (livros, Cd´s, inclusive ações teatrais,  por exemplo) é uma proposta da comunidade  boêmia da Praça Roosevelt  envolvida entorno das respostas  possíveis  para o  “por que não?” das provocações do  Sarau dos  Achados e Perdidos. Valeu e tá valendo muito. Obrigado mais uma vez.

8 de novembro de 2016

card-lancamento-1